Blog da Pós

Gestor financeiro: quais as possibilidades nessa área?

Gestor financeiro: quais as possibilidades nessa área?

O gestor financeiro é o profissional que administra a aplicação das receitas obtidas pela corporação. Basicamente, seu papel é estabelecer os orçamentos para as diferentes unidades de uma empresa e acompanhar o pagamento dos impostos, dos funcionários e dos fornecedores.

Outra função importante desse gestor é avaliar se a companhia tem condições de fazer novos investimentos por meio de empréstimos. Para isso, ele deve analisar o capital disponível no momento e as condições oferecidas pela instituição financeira, como a quantidade de parcelas, o prazo de carência e a taxa de juros.

Neste post, destacarmos diversos fatores relacionados a essa função, que está bastante valorizada por causa da necessidade crescente de as empresas administrarem seus recursos financeiros de forma inteligente. Confira!

Como está o mercado de trabalho para o gestor financeiro

Quanto à formação, a carreira de gestão financeira exige um curso superior em uma destas 3 áreas: Administração, Contabilidade ou Economia. Uma das chances de trabalho abrange o mercado de capitais, cujas atribuições do gestor contemplam a análise das ações, a elaboração de balanços e a execução de iniciativas para captação de recursos.

Além disso, muitas empresas de diferentes segmentos contratam esse profissional para executar o planejamento financeiro, que consiste em verificar qual é o melhor sistema tributário a ser seguido por uma organização — onerando, assim, a sua carga tributária e criando um cenário mais favorável para investimentos na melhoria dos serviços.

Bancos e corretoras de seguros também contratam habilitados para essa carreira, com foco em exercer funções relacionadas a diversos segmentos, como:

  • consultoria de finanças;
  • análise de cobrança;
  • tesouraria;
  • supervisão de operações financeiras.

No setor público, os gestores financeiros são bastante requisitados. Um dos motivos é que os governos necessitam ter um controle cada vez mais atento sobre as receitas e despesas, para evitar o endividamento e seguir a Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF).

Ainda vale dizer que, hoje, esse profissional pode atuar como analista de finanças pessoais. Nesse caso, ele ajuda as pessoas a gerenciar melhor o próprio dinheiro e patrimônio, além de orientá-las sobre como esses recursos financeiros podem ser aplicados para renderem mais.

Qual é o salário mensal

De acordo com pesquisa feita pela Glassdoor, um gestor financeiro recebe, em média, R$ 3,4 mil por mês. Porém, é possível que ele ganhe uma remuneração mensal superior a R$ 10 mil.

Essa variação do salário depende de uma série de fatores, que englobam o tamanho da corporação, a sua experiência profissional e as qualificações obtidas ao longo da carreira. Justamente por isso, é muito importante que o gestor tenha foco na melhoria contínua dos serviços, buscando participar de cursos que o ajudem a compreender as mudanças do mercado e as demandas dos clientes.

Habilidades importantes para se exercer a carreira

Não basta ter força de vontade para trabalhar com essa profissão. É necessário ter conhecimentos avançados em Matemática e legislação tributária. Também, é recomendado ser uma pessoa detalhista para não haver erros sobre os procedimentos adotados, de modo a honrar os compromissos com funcionários e fornecedores.

Outro aspecto importante é a capacidade de analisar diversos cenários. Isso permitirá que a companhia tenha mais segurança ao se decidir por investir no mercado ou ter uma postura mais conservadora.

Enfim, como vimo, a carreira de gestor financeiro está certamente em evidência. Aos interessados nela, a dedicação, o conhecimento e o foco em resultados são imprescindíveis para se destacar e consolidar uma posição de prestígio no mercado.

Então, gostou da leitura? Se você está com planos de aumentar a sua empregabilidade, conheça também as 4 vantagens proporcionadas pela pós em educação executiva! Afinal, o conhecimento é peça-chave para fazer boas escolhas.