Blog da Pós

Fisioterapia traumato ortopédica: entenda mais sobre o curso

Fisioterapia traumato ortopédica: entenda mais sobre o curso

Os fisioterapeutas têm um amplo mercado de atuação. Contudo, para uma carreira bem-sucedida, é necessário fazer uma especialização que proporcione ao profissional o domínio de uma área específica e o aumento da qualidade dos seus serviços. Entre esses segmentos, está a fisioterapia traumato ortopédica, área que age na prevenção de doenças e deformidades nos ossos, ligamentos, músculos e articulações.  

Por meio desse curso, você aprimora as suas competências para identificar possíveis patologias e determinar os tratamentos mais adequados para os seus pacientes. Tem interesse na área? Confira, a seguir, como é a pós-graduação em fisioterapia traumato-ortopédica!

Qual é o objetivo do curso?

Esse campo de estudo tem como finalidade realizar uma abordagem investigativa multidimensional, fazendo uso do raciocínio clínico para identificar as disfunções que atingem os sistemas articular, miofascial e neural, levando em consideração os fatores biopsicossociais. A especialização se baseia nas evidências cientificas atuais para elaborar exames e tratamentos.

Os estudantes são capacitados para entender os detalhes da biomecânica de todo o aparelho locomotor, visando realizar diagnósticos mais precisos. Para isso, os profissionais passarão por aulas teóricas e práticas.

Qual é o público-alvo?

Podem fazer essa pós-graduação os fisioterapeutas graduados e profissionais que atuam na área da saúde e querem se especializam em traumatologia e ortopedia, de modo a adquirir e aperfeiçoar os seus conhecimentos relacionados às disfunções e reabilitação musculoesquelética.

Quais são as disciplinas da especialização?

Durante o curso, você vai aprender como prevenir e tratar os distúrbios do sistema musculoesquelético, tanto crônicos quanto agudos. Também é ensinado como utilizar corretamente os recursos terapêuticos, como crioterapia e eletroterapia, e métodos cinesioterápicos, bem como terapia manual. As principais disciplinas estudadas na pós-graduação são:

  • técnicas neurodinâmicas;
  • técnicas articulares;
  • técnicas miofasciais;
  • anatomia funcional, palpatória, semiologia ortopédica, intervenções terapêuticas na coluna vertebral;
  • imagenologia em ortopedia;
  • fisioterapia aplicada a traumatologia;
  • exercícios terapêuticos específicos;
  • aplicação das evidências científicas na prática clínica.

A grade curricular inclui aulas teóricas e práticas, em que você realiza avaliações detalhadas de pacientes — condição essencial para identificar problemas e preparar tratamentos mais eficientes. Isso porque essa profissão tem uma grande responsabilidade, visto que qualquer erro pode agravar o estado do indivíduo.

Como é o mercado de trabalho?

Os fisioterapeutas especializados na área vão trabalhar promovendo a recuperação dos movimentos e reduzindo dores em pacientes que sofreram traumas, luxações ou fraturas. A capacitação também possibilita a prevenção e reabilitação de lesões das articulações ou coluna vertebral.

O mercado de trabalho para esses profissionais é bem amplo, sendo possível atuar em hospitais e clínicas públicas e privadas, consultórios, empresas esportivas e com terapia intensiva com pacientes internados em UTIs, que é um dos segmentos com maior expansão. A remuneração média para essa função é de R$ 2.900,00.

Na hora de fazer a pós-graduação em fisioterapia traumato-ortopédica, é fundamental escolher uma instituição de ensino de qualidade. O Grupo Barão de Mauá oferece um curso desenvolvido por um corpo docente de excelência, além de focar em aulas práticas, o que facilita o seu processo de aprendizagem.

Quer se especializar e sair na frente no mercado de trabalho? Conheça o nosso curso de Fisioterapia traumo-ortopédica com ênfase em terapia manipulativa!