Blog da Pós

Conheça sobre a área de psicologia hospitalar

Conheça sobre a área de psicologia hospitalar

A psicologia hospitalar atua no suporte ao paciente enfermo, sendo que, para isso, essa área envolve a percepção dos fatores biológicos, comportamentais e sociais que influenciam a saúde e a doença do paciente. Assim, proporciona segurança e conforto à pessoa que está enfrentando uma fase de grande dificuldade.

Essa ciência, cada vez mais difundida no Brasil, está incluída no currículo das principais faculdades e universidades brasileiras, ajudando a formar profissionais capacitados para lidar com os doentes e seus distúrbios. 

Quer saber mais sobre a carreira na área de psicologia hospitalar? Então, continue a leitura e veja como se qualificar.

As oportunidades na carreira do psicólogo hospitalar

Trabalhar com psicologia hospitalar é um desafio enorme, pois envolve grandes responsabilidades. O profissional não só trata dos casos psicológicos, mas também lida com pacientes aparentemente saudáveis que, devido a alguma enfermidade ou ao tempo de internação, começam a apresentar distúrbios que exigem a presença do psicólogo.

A importância desse especialista nos hospitais é incalculável e faz toda a diferença na qualidade da recuperação do doente. Por isso e pela implementação do atendimento e tratamento humanizado, o mercado de trabalho apresenta potencial de crescimento.

Para atuar na área, o psicólogo também tem a opção de prestar concurso e trabalhar como funcionário público, podendo, até mesmo, acumular mais de um emprego, o que aumenta seus ganhos salariais.

A psicologia hospitalar e o paciente

O tratamento medicamentoso é o caminho para a cura ou estabilização da doença. Já o apoio psicológico ajuda o paciente a encontrar as respostas para as suas inquietações. Assim, ele consegue encarar a enfermidade e a hospitalização de uma forma mais positiva, o que permite reencontrar o equilíbrio entre o corpo e a mente. Como parte dos serviços de saúde, o psicólogo hospitalar:

  • dá suporte aos familiares;

  • faz a avaliação psicológica do doente e da sua família;

  • elabora protocolos de saúde mental e de óbito;

  • promove a evolução do prontuário do paciente.

A atuação do profissional da psicologia hospitalar

Tem-se a ideia de que o papel do psicólogo hospitalar é convencer o paciente a aceitar os procedimentos médicos ou ajudar os familiares a convencê-lo do tratamento. Porém, o profissional fará o acolhimento do paciente, sua hospitalização, explicará a doença para ele e sua família, além de tentar conhecer um pouco sobre a história pessoal e o que causou a enfermidade. 

Durante a hospitalização, o doente perde a individualidade e há uma ruptura inesperada que promove o sofrimento. A rotina do hospital o afeta com seus horários rígidos, o que o leva ao processo de despersonalização.

A importância da pós-graduação para o profissional

Para se manter atualizado em um mercado de trabalho cada vez mais exigente, o Centro Universitário Barão de Mauá administra o curso de pós-graduação em Psicologia Hospitalar e da Saúde. Com duração de 24 meses, o curso é quinzenal, sempre aos sábados.

O objetivo é oferecer conhecimentos próprios relacionados à atuação do psicólogo no âmbito hospitalar. Assim, o profissional associa a prática ao pensamento crítico e desenvolve uma visão adaptada à realidade ambulatorial, sem deixar de lado o conhecimento da sala de aula. Para a matrícula, a única exigência é ter o diploma de graduação ou o certificado de conclusão do curso de Psicologia.

Os conhecimentos e habilidades conquistados nos cursos de graduação, ainda que fundamentais, já não são mais suficientes para formar um profissional capaz de oferecer resultados e conceitos inovadores. Por isso, um curso de pós-graduação se torna indispensável para desenvolver a expertise necessária para atuar na área da psicologia hospitalar.

Quer ser um profissional dessa área? Então não deixe de visitar a página do curso Psicologia Hospitalar e da Saúde e faça já a sua matrícula!