Post

5 dicas de como montar o seu controle financeiro pessoal

5 dicas de como montar o seu controle financeiro pessoal

Manter o seu controle financeiro pessoal é uma medida que está além de sair do vermelho. Essa atitude ajuda você a descobrir para onde vai o seu dinheiro, a identificar quais são os seus gastos, e até mesmo a abrir uma poupança — práticas que evitam o estresse, auxiliam nas suas escolhas e são essenciais para realizar os seus sonhos.

Investir nos estudos e na sua atualização profissional são fatores indispensáveis para aumentar a sua qualidade de vida e da sua família. Contudo, para que isso seja possível, é necessário se planejar financeiramente a fim de ajustar o seu orçamento.

Precisa ter mais controle sobre as suas finanças? Confira abaixo como cuidar melhor do seu dinheiro!

1. Faça uma avaliação da sua atual situação financeira

Muitas pessoas perdem o equilíbrio financeiro porque não têm interesse em identificar qual é a sua real situação quando o assunto é dinheiro. Para começar a se organizar, é recomendado fazer um diagnóstico de como você se encontra no momento.

Separe um dia da semana para pôr as suas finanças em ordem, analisando pontos como o seu saldo bancário, dívidas em aberto e rendimentos mensais. Estar a par dessa movimentação do seu patrimônio é essencial para aumentar o controle do seu orçamento. Use as informações disponíveis em extratos bancários e notas fiscais.

2. Anote todos os seus recebimentos e gastos mensais

Não adianta ter um salário alto, mas levar um padrão de vida que prejudica as suas receitas. Portanto, crie o hábito de anotar todos os valores que você ganha e gasta por mês. Não ignore nada, nem mesmo aquele chiclete que você compra na rua. Anote tudo em um caderno, numa planilha ou no bloco de notas do seu celular.

A partir dessas anotações, você tem a possibilidade de saber com exatidão para onde está indo o seu dinheiro, bem como concluir se está gastando dentro do seu orçamento, ou se está extrapolando.

3. Defina as suas prioridades

Definir prioridades é imprescindível para administrar bem as finanças, principalmente quando há um objetivo a ser cumprido. Você quer fazer pós-graduação e crescer profissionalmente? Então tome consciência de que economizar para investir nos seus estudos é mais importante do que gastar com coisas supérfluas.

Sempre que você se sentir tentado a gastar com algo que não é tão importante para a sua vida, lembre-se de que o sacrifício está sendo feito em prol de um benefício maior e que trará mais retorno do que uma satisfação momentânea.

4. Crie uma poupança

É praticamente impossível se organizar financeiramente sem criar uma poupança. Faça uma reserva de capital, tanto para enfrentar situações de emergência quanto para realizar os seus sonhos. O ideal é assumir o compromisso de poupar de 10% a 20% do total da sua receita mensal.

Se você guardar o dinheiro em casa, poderá cair em tentação e gastá-lo sem necessidade. Para evitar esse problema, deixe-o no banco em uma conta poupança e não faça retiradas. Assim, além de preservá-lo, você também pode ganhar um pouco mais com o rendimento dos juros.

5. Evite gastos desnecessários

Mais do que seguir os passos acima, para entrar no azul e fazer sobrar para concretizar as suas metas pessoais ou profissionais, é crucial manter o foco e a disciplina, evitando os gastos desnecessários que costumam ser os vilões de quem quer poupar as suas finanças.

Monte um orçamento, determinando as quantias referentes a cada custo mensal e o valor a ser economizado. A partir daí, aprenda a viver seguindo à risca esse planejamento.

Fazer com que sobre dinheiro no final do mês não é uma tarefa simples, mas com dedicação para aplicar o seu controle financeiro pessoal, você pode deixar de andar na corda bamba.

Quer conquistar os seus objetivos? Veja o que é necessário para criar um plano de desenvolvimento pessoal!

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *