Blog da Pós

Quando um docente pode se tornar um diretor escolar?

Quando um docente pode se tornar um diretor escolar?

Ao escolher seguir a profissão de professor, é possível ir muito além de dar aulas em sala. No decorrer da sua carreira, o docente pode galgar novos degraus e conquistar o cargo de diretor escolar, colocação essa que lhe permite fazer muito mais pela educação.

Porém, para atingir a principal posição de uma escola, é necessário muito trabalho árduo e apresentar características que estejam de acordo com a responsabilidade que lhe será confiada. Você almeja dirigir uma instituição de ensino? Confira abaixo quando um docente pode assumir o lugar de diretor!

Capacitação profissional é indispensável

Na maioria das escolas, o diretor é escolhido por votação dos alunos, pais e colegas de trabalho. Embora não necessariamente isso tenha que acontecer de forma linear, antes de ascender ao principal cargo da escola, o professor tem mais chances de ser eleito quando já passou pela colocação de coordenador e está bem capacitado profissionalmente.

Para virar diretor, o docente deve ter licenciatura em Pedagogia ou pós-graduação na área de Educação, além de estar há, no mínimo, oito anos exercendo o ofício de Magistério. Para complementar a sua formação, também pode-se optar por fazer cursos que estejam relacionados ao campo de gestão e administração escolar.

O diretor escolar deve ter espírito de liderança

Para comandar uma escola, o diretor tem que ter espírito de liderança. Afinal, ele será responsável por garantir que todos os colaboradores, desde os zeladores até os professores, trabalhem unidos em prol dos mesmos objetivos.

A construção de um ambiente escolar funcional depende do comprometimento da equipe inteira, o que exige que o diretor seja mais do que um chefe, e posicione-se como um líder. O gestor deve saber se impor de forma empática e humanizada para que tenha sucesso ao administrar o trabalho das outras pessoas.

Apresentar capacidade de análise

Ao chegar à diretoria, o professor terá que tomar diversas decisões e se envolver em diferentes processos, muitas vezes de forma instintiva. Além das áreas da própria educação, administração e financeiro, essa função tem responsabilidades subjetivas, o que as torna difíceis de prever e replicar.

Por isso, é muito importante que o docente moderno tenha muita capacidade de análise. Não somente no que diz respeito às questões subjetivas, mas também pesquisas, indicadores de desempenho e impactos do funcionamento da escola. Apenas identificar os fatores não é o suficiente, é preciso combiná-los em observações coerentes e que sejam eficientes para o processo de tomada de decisão, tornando-o mais seguro e focado na melhoria contínua da instituição de ensino.  

Ter um olhar inovador

Uma condição importante para se tornar diretor é saber que a tecnologia está evoluindo e, consequentemente, isso acaba por impactar no ensino. Na atualidade, as ferramentas tecnológicas permitem novas experiências de aprendizado, tornando o processo de aprendizagem mais rico e eficiente.

A escola atual pode e deve trabalhar de mãos dadas com a tecnologia. Sendo assim, é essencial que quem tem a pretensão de ocupar diretoria tenha um olhar inovador e entenda que os meios mais modernos podem ser benéficos para o ambiente escolar. Por exemplo, ao adotar uma plataforma online de gestão de faltas, ganha-se praticidade para o professor e para o aluno.

Para ser um diretor escolar, o docente deve estar disposto não só a gerir pessoas, mas também a agregar no ambiente educacional, tornando a escola um lugar melhor e mais agradável para todos.

Gostou no nosso post? Então, siga-nos no Facebook e receba conteúdos exclusivos!